A carta de apoio antes do GRENAL.

É coloradagem, após o GRENAL de ontem muita coisa poderia ser dita sobre o jogo, sobre o olímpico, sobre as declarações do Odone, enfim. Vou seguir a filosofia do blog e falar sobre o Inter.

No sábado (01/12) sai uma matéria no globoesporte.com com a seguinte manchete: “Torcida ‘visita’ o CT e conversa com Davi por mais ingressos no Gre-Nal”

Luciano Davi conversa com a torcida do Inter (Foto: Tomás Hammes / GLOBOESPORTE.COM)

Luciano Davi conversa com a torcida do Inter (Foto: Tomás Hammes / GLOBOESPORTE.COM)

Na verdade, os torcedores foram para dar um incentivo final aos jogadores e entregaram 22 cartas a liderança do grupo, D’Alessandro.

Confira abaixo o conteúdo desta carta de apoio.

O que é um GRENAL?

Para muitos, só um clássico. Para grande parte do país, a maior rivalidade do Brasil. Para rankings específicos, uma das grandes rivalidades globais. Para nós, muito mais que isso.

Somos um clube fundado por negros, brancos, estrangeiros, brasileiros, gaúchos, paulistas, cariocas e que acima de tudo, foram recusados nos quadros do rival. Recusados porque o rival fundado por alemães, por mais de 50 anos não abriu suas portas aos negros… Por mais de 20 anos não abrigava estrangeiros. E contrários a esse pensamento elitista, arrogante e preconceituoso, fundamos o nosso próprio clube.

Um clube que representa o povo de Porto Alegre e o povo do Rio Grande do Sul. Um clube que venceu tudo e todos. Um clube que hoje possui uma infraestrutura de dar inveja à qualquer esquadra europeia. Um clube que pode encher a boca pra dizer que é Campeão de Tudo.

Todavia, pelo menos duas vezes por ano nós nos encontramos com o eterno rival, arrogante, prepotente e que continua nos chamando de macacos. O grande encontro sempre se dá na casa deles. Dentro do território em que eles são maioria e cantam contra nós, no território em que eles continuam propagando xingamentos racistas e cantos arrogantes.

Quando o jogo é na casa deles, nos reunimos quase 8 horas antes do apito inicial. Dormimos cedo já pensando no outro dia. Acordamos cedo, armamos um churrasco, vamos para o Beira-Rio e esperamos o momento de ir caminhando até o Olímpico. A tradição não muda… Para muitos, o clássico começa um mês antes. Para alguns, nunca termina. A única certeza é que a tradição não muda.

Tradição que começou com um 6×2 de inauguração, com quatro gols de Larry, ídolo eterno do nosso clube. Canhotinho e Jerônimo marcaram os outros gols, nomes que também estão na história. Aquele time formou com: Milton, Florindo, Lindoberto, Oreco, Salvador, Odorico, Luizinho, Bodinho, Larry, Jerônimo e Canhotinho. Deu um show de abertura dentro do território rival. Um banho de bola…

E depois disso, todo ano seguimos para lá, com a esperança de ver nosso time vencer e entrar pra história. O resultado realmente não importa, se o time se esforça, luta e batalha, fazemos um eterno carnaval na casa do adversário. Não podemos esquecer de quanto apoiamos jogadores que estavam nesse grupo na virada do Gaúchão passado, quando com dois gols de desvantagem continuávamos apoiando porque sabíamos que a luta continuava em campo. E a luta é o espírito do Sport Club Internacional… Desde o primeiro dia. Essa luta e essa festa, nos levaram ao título, nos pênaltis, pra história, afinal, é o último título levantado dentro do eterno salão de festas. Renan, Nei, Bolatti, D’Alessandro, Oscar, Zé Roberto, Leandro Damião e Kléber. Como esquecer dos heróis daquela batalha nos pênaltis? Mas também têm todo o restante do grupo, muitos que entraram em campo como o Índio, Bolívar, Moledo, Andrézinho, Ricardo Goulart, Guiñazú, Wilson Mathias, Lauro, Glaydson e Juan. E claro, sem esquecer do Falcão.

A cada clássico fora de casa, a história se repete. Acordamos cedo, enchemos nosso coração de esperança e vamos apoiar incondicionalmente aqueles que nos representam. Foi assim também no 5×2, com show do Fabiano, André, Sandoval e Christian. O Roth era o técnico…

E agora, chegará a última ida ao Olímpico. A caminhada repleta de colorados até a Azenha. A última vez que iremos lá dentro provar que o clube que nasceu da exclusão e arrogância deles, é muito maior do que um dia eles imaginaram. Que hoje, somos modelo e multi campeões enquanto o rival arca anos de seca, crise e desespero.

Pela última vez vamos entrar lá, apoiar os 90 minutos nossos guerreiros e torcer para fechar a festa como começamos, com uma vitória sonora aos olhos incrédulos dos rivais.
Nosso apoio será incondicional, assim como esperamos que a vontade de vocês de entrar pra história do clube seja incondicional.

Não nos importamos com uma temporada ruim, uma sequência de derrotas aqui e outra ali. Nós nos importamos com a história do Sport Club Internacional. Se a imprensa ou alguma parte da torcida crítica em excesso, são apenas uma pequena parcela do clube, afinal, essa instituição tomou proporções que nunca se imaginaria. Hoje agrega quase 10 milhões de torcedores ao redor do mundo, mais de 100 mil sócios, estando muito além de Porto Alegre. O núcleo da torcida e do clube, está sempre com vocês. Sejam torcedores uniformizados, torcedores comuns, sócios antigos, diretores ou funcionários do clube. Quem segue o Inter à todo lado, continuará apoiando apesar de tudo. E nesse último jogo do Olímpico, lembrem-se.

Pela última vez entraremos no estádio que mais nos deu alegrias. No estádio que foi inaugurado e batizado pelo INTER. Só queremos fechá-lo da mesma maneira. Vale mais que um título nacional, vale mais que sair de uma crise.

VALE A HISTÓRIA DA INSTITUIÇÃO.

Que dia 02, comemoremos todos juntos. Nós não podemos entrar em campo, portanto, apoiaremos incondicionalmente vocês que entrarão.

Pra cima deles.

Ass. Torcedor de arquibancada 2por5

@carlospcmunoz

Publicado em Sem-categoria | Deixe um comentário

Em quem votar?

É coloradagem, após mais uma partida do colorado, não podemos deixar de comentar o jogo. Fatídico! Esse é o time do Inter, fatídico!

Não vou entrar no mérito individual, o Inter  foi apático, sem vontade. Estamos falando da instituição Sport Club Internacional, não estamos falando de esse ou aquele jogador. O vestiário é um retrato do que está acontecendo, mas na minha opinião, o problema é bem maior que os jogadores. Há muito interesse por trás disso.

Além de tudo isso que está acontecendo com o clube, estamos às vésperas das eleições do Conselho Deliberativo e o associado tem a possibilidade de expressar sua vontade através do voto.

Hoje estive conversando com cabos eleitorais de todas as chapas, arrecadei materiais de campanha e estaremos expondo as principais propostas apresentadas no material impresso que foi distribuído  no pátio do Beira Rio.

Não será realizado nenhum tipo de pesquisa para relatarmos neste post, estou me baseando apenas no material coletado .

Caso alguma chapa queira se manifestar, o espaço está aberto!

CHAPA 01

Não encontramos nenhum representante da Chapa 01 no pátio.

CHAPA 02 Diretas Sempre

O material impresso da chapa 02 não traz nenhuma proposta. Lamenta que as eleições com o voto do associado não foi possível por causa da atual composição do conselho. Afirma que a primeira conquista será garantir o direito do sócio, de escolher o presidente.

DIRETAS SEMPRE – LOPES E PIFFERO

diretassempre.com.br

CHAPA 03 Convergência Colorada

O material da chapa 03 possui um texto bem elaborado, ressaltando o apoio do torcedor colorado em diversas  ocasiões, como a conquista do primeiro campeonato brasileiro e o gol de Dunga, evitando o pior em 99, por exemplo.

Diz que “chegou a hora de recuperar aquela gana de vencer no futebol”. Garantir equilíbrio no Conselho, rever o estatuto do clube, profissionalizar, definir o futuro do clube.

Além disso, no verso, apresenta a nominata da chapa, com 165 nomes.

CHAPA 3 CHEGOU A HORA – CONVERGÊNCIA COLORADA

Convergenciacolorada.com.br

CHAPA 04 O Povo do Clube

O material da chapa 04 é objetivo, traz as propostas, tais como:

Revisão da cláusula de barreira; Ingressos reduzidos; Setores/ingressos populares; Valorização da Mulher Colorada; Valorização da Criança Colorada; Divulgação de presença/ausência de conselheiros; Transparência no Conselho Deliberativo; Criar uma identidade de Futebol; Padrão de Futebol no Celeiro de Ases ; Preparação Técnica independente.

“O Povo do Clube é um grupo de jovens torcedores do Sport Club Internacional cujos princípios são a renovação , transparência na gestão e no próprio time de futebol e, primordialmente, resgatar a identidade de Clube do Povo, hoje esquecida pela instituição”.

Movimento nascido nas redes sociais.

O POVO DO CLUBE

www.opovodoclube.com.br

CHAPA 05 MOVE

O material da Chapa 05 traz as seguintes propostas:

Diminuição da cláusula de barreira; criação do conversa com a diretoria; criação do portal de acompanhamento dos conselheiros; criação de plebiscitos regulares via internet; criação de avaliação de serviços; valorização da mulher colorada; criação de mini núcleos colorados no interior do estado; pontuação por cidades do interior para que o Inter jogue uma partida na cidade que mais pontuar; solicitar que o clube coloque uma cláusula nos contratos com fornecedores e tentativa de reabertura do setor de esportes amadores do Inter.

No verso traz a nominata da chapa.

MOVIMENTO VERMELHO

www.movimentovermelho.com

CHAPA 06 Acorda Conselho

Material objetivo, no qual afirma que o conselho possui diversas funções, entre elas fiscalizar os atos da diretoria, que conduzirão o clube no futuro.

Apresenta os tópicos abaixo:

Conselheiros independentes de quaisquer movimentos, para poderem questionar e fiscalizar tudo que for necessário; Compromisso com um Inter forte e vitorioso e não com um projeto de poder próprio; Nominata formada por colorados qualificados, em condições de discutir o Internacional sem amarras, sem a necessidade de acordos visando futuras eleições, uma nova visão de participação mais democrática; compromisso com a legalidade, transparência e com os interesses dos sócios; ruptura com a situação atual para ter condições de gerar as mudanças tão necessárias e favoráveis quanto aquelas geradas nos anos 2000/2011.

CHAPA 06 INDEPENDÊNCIA, LEGALIDADE E TRANSPARÈNCIA

WWW.inter2000.com.br

A eleição é dia 15 de dezembro, ainda dá tempo de buscar informação para fazer a melhor escolha, de forma consciente.

É obrigatório informar a intenção de votar pela internet para o Conselho Deliberativo até hoje, dia 25/11/2012. 

Informem-se, pesquisem, interem-se e exerçam seu direito de voto.

O COLORADO É MAIOR DO QUE ESTAMOS VENDO!

@carlospcmunoz

Publicado em Sem-categoria | 2 Comentários

Maré de lesões.

O Internacional tem sofrido com um problema crônico (e muito grave) nesta temporada. Lesões, dos mais variados tipos tem afastado nossos jogadores dos gramados, e isso, para o planejamento e expectativas para uma equipe de futebol é muito prejudicial.

Podemos contar nos dedos as oportunidades, neste ano, em que os 11 escalados para jogar uma partida eram realmente aqueles os quais o treinador gostaria de “botar pra jogar”.

Sem contar as convocações que todo grande time deve aprender a lidar, quase que em todas as partidas que o Inter disputou, estava desfalcado de alguns dos seus atletas devido a lesões.

Nosso departamento médico vem trabalhando muito ultimamente. Mas e o setor de preparação física? Não soa um pouco “esquisito” pra ti, torcedor colorado, o fato de incessantes lesões assombrarem o nosso plantel assim tão freqüentemente?

Temos uma das maiores folhas de pagamento do país, e os medalhões que bancamos estão sempre no DM. Complicado, não

Só para lembrar, nosso ex- preparador físico Fábio Mahseredjian é atual campeão da libertadores, e o seu time empregador ganhou aquela competição “voando” os 90 minutos de todas as partidas.

Por que não apresentamos um desempenho físico de igual nível? Nos falta dinheiro para contratar uma equipe de preparação física de excelência? Me parece que não. Nosso clube é grande e paga salários altos para grandes estrelas do futebol e é uma pena vê-las mais no estaleiro do que mostrando os seus talentos nos jogos do Inter.

Jogadores como D’alessandro, Dátolo, Dagoberto, Rafael Moura, Índio, Juan, Kléber e agora até Damião devem pensar algo parecido. Ou, ao menos, não devem gostar nem um pouco de ficar longe do seu trabalho dentro de campo com tanta frequência.

A nós torcedores, resta apenas esperar que a maré de “azar” das lesões não seja combatida apenas pela “sorte”.

Augusto Espíndola  –  @gutoespindola

Publicado em Sem-categoria | Deixe um comentário

Torcedor simbolo do INTER – O CLUBE DO POVO!

Achamos este belo texto* e decidimos compartilhar.

Charuto

Ninguém saberia dizer seu nome – mas, pelo apelido de Charuto, todos o conheciam. Figura folclórica do futebol gaúcho entre as décadas de 1930 e 1950, ele era considerado torcedor-símbolo do Internacional. De vida humilde, era representante legítimo do clube do povo. Fazia biscates nas docas do Cais do Porto. Carregador de caixas de frutas, verduras e legumes, guardava chuchus estragados para lançar sobre a torcida gremista.
Forte, com roupas puídas e, invariavelmente, alcoolizado, não existia frequentador do antigo Estádio dos Eucaliptos que não soubesse quem ele era. Se não tinha ingresso, podia contar com a benevolência dos porteiros e com a generosidade de outros torcedores, dispostos a pagar a sua entrada e a comprar as cervejas a mais que o ajudassem a ficar suficientemente calibrado – a ponto de, às vezes, cair no sono durante a partida, depois de circular de um lado a outro gritando: “Co-ro-ra-do! Co-ro-ra-do!”

Charuto permanecia de costas para o campo e fascinava o garoto Luis Fernando, que ficava encantado vendo aquele “colorado em estado puro”. Tempos depois, quando o garoto transformou-se no cronista Luis Fernando Verissimo, a memória daquele torcedor único continuava para ele como exemplo de amor perene e incondicional pelo seu clube. Como confessou numa antológica crônica, “o adversário, o resultado, o próprio jogo, pouco interessavam, o importante era estar ao lado de seu time. Ganhando ou perdendo”.

No dia 7 de dezembro de 1952, houve um Gre-Nal e o Inter venceu por 5 a 1. Entre as centenas de torcedores que lotavam os Eucaliptos, faltava um. Três dias antes da partida, Charuto envolveu-se numa briga e foi morto. Para aqueles que o conheceram, ainda faz falta.

Foto: Revista do Globo, reprodução

Foto: Revista do Globo, reprodução

Depois que tivemos essas campanhas de sócios, não tivemos mais tanto o “POVO” no GIGANTE como era visto nas últimas décadas, nos Eucaliptos e também na nossa querida coréia. Quem ainda conseguiu pegar o tempo da Coréia, com certeza tem histórias e momentos inesquecíveis no setor mais povão e fiel do GIGANTE.

O povo pode ter saído um pouco do BEIRA – RIO, mas com certeza, o INTER não saiu do POVO.
Um Abraço,

SDS COLORADAS.

@evandrolunardi

* Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/almanaquegaucho/2012/08/16/charuto/

Publicado em Sem-categoria | Deixe um comentário

A vitória para EMBALAR

Nada melhor do que recomeçar uma campanha rumo a melhores ares no Brasileirão, do que uma vitória sobre nossos eternos fregueses. Vai ser um jogo duro, como é todo greNAL. O time do grêmio está bem montado, em uma melhor fase técnica que o INTER, porém, tenho certeza que este é o jogo chave para embalarmos no Brasileirão, entrar de vez no G4 e, quem sabe, com alguns tropeços do Galo, conseguir ainda buscar este Campeonato Brasileiro que é o único título que, creio eu, falta pra mim e para muitos outros COLORADOS assistirem de perto.
Apesar dos segundinos estarem alguns pontos a nossa frente na tabela, não vejo muito favoritismo como a imprensa azul está dando a eles, os dois times estão muito parecidos, porém, com o INTER se encaixando do meio pra frente, ninguém segura mais, e tem muita gente boa voltando pro time. Dos times da ponta, o que mais pode crescer, com certeza, é o INTER, com Damião, Forlán, Rafael Moura, Dátolo, Dalessandro e cia. O nosso COLORADO tem tudo pra sair com a vitória deste greNAL, apesar de termos apenas em torno de 17 mil colorados no domingo, vai se valer o fator campo, porque mesmo em obras, mesmo não tendo 50 mil vozes empurrando o INTER, o GIGANTEé sempre o GIGANTE, a nossa casa, aonde eles sempre nos respeitam e sempre tremeram.
Desde quando acabou o jogo contra a Lusa, fiquei com um pressentimento que a tarde de domingo, vai ser do FORLÁN, com certeza os gringos irão passar para ele o que é fazer um gol no greNAL, o que é ganhar das Gazelas, e  castelhano sente muito isso, sabe como é a força de fazer gol e vencer um clássico, é algo que a Torcida nunca mais esquece, e o gol dele já está mais que amadurecido e vai sair no momento certo, no inicio da nossa arrancada contra o nosso maior Rival.
Quanto ao time pra domingo, acredito que o ideal poderia ser Muriel, Nei, Bolívar, Juan, Kleber, Guinazu, Igor, Dátolo, Forlan, Dagoberto e Damião e além destes, vamos ter no banco, como opção, Rafael Moura, Fred, Indio. Se tivermos todos estes jogadores disponíveis pra domingo, descansados, pois, não temos jogo no meio de semana e entrando com o espirito do greNAL, já estou vendo os 700 integrantes da COLIGAY saírem do GIGANTE com a cabeça inchada e com mais uma derrota em greNAL na conta da nossa Paternidade em cima deles.
COLORADOS, domingo é dia de greNAL, dia de passar por cima do Grêmio, dia de ver o Rolo Compressor, dia de ir pro GIGANTE motivado e apoiar o INTER.

“…e fiquei pensando que, quando for a nossa vez de novo, teremos certamente a torcida mais dedicada, fiel, convicta e feliz do Brasil. Porque será a torcida dos que resistiram. Aguente só mais um pouco!”
Trecho da Crônica “Não me acorde” de Luis Fernando Veríssimo

Sds Coloradas.

@evandrolunardi

Publicado em Sem-categoria | 6 Comentários

He-Man é Vermelho

O Inter dias atrás, anunciou a contratação de um dos grandes atacantes do futebol brasileiro.
 
Uma declaração forte, mas explico. Embora não seja um medalhão como Fred, Liedson, ou o já consagrado colorado Leandro Damião, jogador de Seleção, Rafael Moura mostrou nas suas passagens por diversos clubes brasileiros que merece ser tratado como tal.
 
É um jogador que assume a responsabilidade de fazer gols pela sua equipe. E mais, tem personalidade em seu jogo.
 
He-Man é o típico jogador que após marcar um gol de empate, por exemplo, corre pro gol, empurra o goleiro adversário e leva a bola de baixo do braço para o centro do campo, pra que a partida continue. (E corre atrás do gol da virada, após). E isso é exemplo claro de raça! Isso é honrar a camisa que veste dentro de campo! Características raras de se ver nos estádios brasileiros ultimamente.
Quem não lembra do vice-campeonato do (mísero) time do Goiás na Copa Sul-Americana de 2010? 
 
O novo atacante do Inter, à época, levou o time nas costas, com gols importantes na competição e uma atuação memorável naquela final dramática.
 
Com certeza, nosso novo camisa 19 agrega muita raça e qualidade ao grupo colorado, e creio que entrará fortemente na briga pela titularidade e cairá nas graças da torcida muito em breve, pelo seu estilo aguerrido e sua vocação para estufar as redes.
 
Suas qualidades de homem-de-frente, como o bom chute, golpes certeiros de cabeça e a forte presença de área estão agora a nossa disposição. Rafael Moura atormentará muitos zagueiros vestindo vermelho, daqui pra frente.
 
Agora temos a força!
 
@gutoespindola

Publicado em Sem-categoria | 2 Comentários

PAPAI É O MAIOR!

Em um gigante cada vez mais reduzido, devido as obras, hoje, desde o momento em que cheguei no GIGANTE me senti bem, estava sentindo que não sairia de lá se não fosse com a vitória, mesmo com a derrota na primeira etapa.  Mesmo o Inter trocando passes sem objetivo, não atacando com precisão e nem chutando a gol, eu estava sentindo a vitória.    E o Fernandão mexeu com os jogadores no intervalo e fez uma troca interessante, tirando um volante e botando um Centroavante clássico, não importa se o centroavante é ruim, pelo menos vai estar lá, atrapalhando a zaga, enchendo o saco do goleiro, além de ser uma referência dentro da área.
O time voltou totalmente diferente para o segundo tempo, seguiu trocando passes, mas agora com conclusões a gol, uma postura diferente, agredindo o adversário, buscando a vitória, e o resultado final todos vimos, uma vitória suada, brigada, merecida. Vamos a minha análise dos jogadores que estiverem em campo hoje:

Muriel: Não teve culpa no gol que tomamos, novamente passando muita segurança pra equipe.

Nei: Foi bem na defesa, fez várias intervenções, porém, no ataque, depois que conseguiu dar um chapéu, achou que era o Pelé e não quis parar mais. Atuação razoável.

Bolívar: Foi bem, mas se o Juan entrar bem na equipe, na minha opinião, quem vai pro banco é o Bolívar e fica o Índio como titular.
Moledo: Mesmo sem sequência de jogo, foi muito bem, veloz, aguerrido, merece ser titular, como todos sabemos, é um baita zagueiro.

Kleber: Foi bem, deu cadência para equipe, cruzou para o gol do Jajá e jogando com uma perna só é melhor que o câncer do Fabrício.

Ygor: Partida discreta, não comprometeu e levou um amarelo que achei injusto, atuação razoável.

Élton: Dos 3 volantes titulares, pra mim é o pior, é esforçado, mas não me serve como titular, atuação razoável, para o Inter é um bom reserva.

Guinazu: El cholo loco, um monstro nos combates na defesa, não perde uma, jogou demais novamente.

Fred: Hoje me lembrou o Marquinhos, Diego, Rodrigo Paulista, atuação horrível.

Forlán: Trata bem a criança, não erra passe, tem um domínio excelente e vai ser um dos melhores jogadores do segundo turno com a volta dos desfalques para fazer parceria com ele.

Jajá: Fez um 1º tempo ruim, mas no segundo tempo, buscou jogo, driblou, chutou e fez um belo gol de cabeça. Boa atuação, mesmo nervoso com a falta de paciência da torcida.

Maurides e Lucas Lima: Maurides tem que ficar sempre (pelo menos) no banco, é uma referência na área, centroavante de oficio e com certeza é melhor que o Anão ( Marcos Aurélio). Lucas Lima entrou bem, achei ele jogando estilo D’alessandro, deu uma cara nova pro time no segundo tempo.

Mike: Entrou bem, e aos 47 minutos do segundo tempo, teve a tranquilidade de um veterano para dar a vitória ao Colorado, um gol muito importante que vai nos ajudar muito lá na frente.

Fernandão: Mexeu bem no time, mudou a forma de jogar no segundo tempo, quero ver como ele vai se sair com a volta de todos os desfalques.

Agora é dois jogos fora, voltando com 4 pontos de SP está de bom tamanho, depois pegamos nossos filhos e patrolamos no GIGANTE com Damião, Forlán, Dátolo, R Moura e cia. QUE VITÓRIA, nos trazendo animo para semana e presenteando os PAPAIS CAMPEÕES DE TUDO!

Sds Coloradas e vamos em busca do Tetra com certeza!

@evandrolunardi

Publicado em Sem-categoria | 3 Comentários